sábado, 11 de julho de 2009

Propaganda Viral - do lado do marketing uma maravilha, do lado dos que se entretém uma miséria cultural

Foto: Dmitroza

Você sabe o que é uma propaganda viral?

(LEIA MAIS)

É o que você vê na maioria dos blogs atualmente. Confesso que até eu tenho aderido ao novo método sem perceber, claro. Só divulgaria se alguém me pagasse, ou se eu realmente tivesse conhecido o produto antes e quisesse recomendar, mesmo assim não poderia indicar remédios já que essa é uma especialidade de um médico e não de um blogueiro (com qualquer especiadade que tenha).
A propaganda viral trabalha com textos, figuras, videos ou qualquer outra forma de se comunicar para passar sua mensagem comercial embutida muitas vezes em alguma coisa com tentativa ao entretenimento ou ao conhecimento.

Olha o que o Wikipedia fala a respeito do termo (não nessas exatas palavras):

publicidade viral se refere a técnicas de marketing que tentam explorar redes sociais pré-existentes para produzir aumentos exponenciais em conhecimento de marca, com processos similares a extensão de uma epidemia.

Vamos lá, eles tentam explorar redes sociais pré-existentes. É uma prática realmente "silvestre" pra não dizer selvagem; e o que seria essa exploração?
As pessoas que querem divulgar as marcas das empresas tentam aproveitar da ingênua confiança que os integrantes tem das redes sociais pra que uma marca seja vista e reconhecida mesmo sendo subliminarmente. Tem acontecido muitas vezes abusando da confiança de blogueiros, na sua rede de amigos.

Acontece da seguinte forma: Alguém vê um video bonitinho aqui, outro ali. Gosta. Vai logo postando em seu blog. Alguma outra pessoa visita o blog que postou, acha legalzinho e também divulga a informação(textual, visual). E assim o video que era pra ser uma coisa natural de ser vista pra quem procurasse no youtube, por exempo, passa a ser uma coisa absurdamente muito assistida mas massante da marca W. Pode ter certeza que por trás do intuito de entreter ou de passar conhecimento havia uma intenção de fazer com que o espectador ou leitor fosse iludibriado em também divulgar a publicidade. Parece um marketing nada prejudicial para a cabeça de quem assiste um simples video, mas agora pensa em quem vê videos 2 horas por dia na internet. Os videos da internet que fazem propagandas virais geralmente (na estimativa do que eu vejo) não passam de 4 minutos.

2 horas em um dia serão aí 30 propagandas. Isso se quem assiste não repetir algum video que gostou - acredito ser uma propaganda até mais empregnante que a passada na Televisão porque ela é sutil e o espectador é condizente em assistir um video engraçadinho.

A finalidade desse tipo de publicidade (que tem dado ótimos resultados já que tem custo de divulgação praticamente zero) é produzir aumentos exponenciais em conhecimento de marca. Sendo assim, espera-se que amigos assistam videos e comentem juntos o que assistiram. Conseguem perceber o aproveitamento das redes sociais por parte das grandes marcas? Ou você não percebeu ainda que hora ou outra há videos que "estouram" mas que tem na verdade um fundo comercial.

Você consegue perceber, querido leitor, porque você é inteligente, que a maioria dos blogs tem aderido a essa prática, eu mesmo sou um deles, confesso, mesmo sem a intenção. Faço parte da blogosfera intelectual e porque não comercial.

A intenção não foi de forma alguma aderir a essa prática. Gostava dos videos. Continuarei postando videos que acho legais porém com a mais simples cautela pra que não caia naqueles videos meramente no quesito comercial e menos instrutivo e entretenimento natural. Estamos no ápice da cultura comercial e temo que aguçar nosso senso crítico.

No meu post anterior você pode assistir a um video bastante visual que faz propaganda de uma marca de água mineral. São bebês lindos que dançam e fazem manobras com os patins. São bebês muito bonitinhos(cut cut), mas que não adiciona nada em sua vida Só vale mesmo pelos efeitos de imagem que é muito bem feito.

Continuando com a definição da wikipedia, a publicidade viral trabalha com processos similares a extensão de uma epidemia.
Ou seja, basta um espirro pra que você pegue a gripe comercial e comece a soltar ranho pelo nariz.
E se é viral não duvidemos que pode muitas vezes ser doentio!

Imagem do Google Images


3 comentários:

Renan Barreto disse...

Douglas, fazer marketing é cair pra dentro mesmo. É divulgar fazendo muito por pouco ($$$). A gente aprende isso na facul. O marketing viral é praticado no dia a dia. O boca a boca por mais rudimentar que seja é ainda um grande impulsionador de marcas.Quantas vezes você não viu aquele filme porque fulaninho disse que era bom? Então, na internet é a mesma coisa. Só que numa escala muito mais elevada. Existem milhões de formas de marketing diferente, tem até o de guerrilha que é bem isso aí... Divulgar de formas não convencionais sua marca. Sei lá, se vestir de cerveja no meio da rua de uma forma inteligente (sei lá se isso é possivel rs) ou fazer campanha para uma empresa de combustivel e finjir que está trocando o óleo dos carros na rua como num pit stop é marketing de guerrilha. rs

E ótimo post! Aliás, o melhor que li no seu blog. Deve ser porque se trata de comunicação. rsrs

Abração!

Bala Salgada disse...

É bem bacana, a maior emoção nesse assunto é ser o primeiro à encontrar o negócio.

Bom fim de semana!

Lih disse...

A vida é propaganda, desde o dia em que nascemos, aprendemos a fazer isso, ´pode-se colocar como uma caracteristica do ser humano...
Só acho que a gente tinha que ganhar por isso...
ótimo post.