quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Indico o PSOL: único partido contra o aumento absurdo de salários dos deputados e outros cargos

Ninguém pode ganhar mais que o Ministro do Supremo Tribunal (R$26.723,13), correto? Esse é o teto máximo. Nenhum salário de cargo público pode ultrapassar esse valor por lei! Mas os deputados deram um jeitinho, aprovaram o projeto que iguala o salário deles aos do Ministro do Supremo Tribunal. Isso mesmo, assim como aproveitou para aumentar o salário do Presidente da República, do vice, e dos ministros do Estado. Dessa forma os deputados que ganhavam cerca de R$ 16.512 mil terão aumento de 61,83%.

Um verdadeiro absurdo já que sabemos que isso só aumentará o rombo em nossos cofres, além de eles não merecerem, convenhamos!

O projeto teve caráter de urgência. Quase todos os deputados queriam o aumento. Dessa forma, 26 mil será pago a eles já em fevereiro. Para mim é caso de polícia. O que você acha?

O PSOL foi o único partido contra o aumento.

A próxima vez já sabemos em quem votar.

4 comentários:

Denise disse...

Nossa CF só serve pra limpar a bunda, infelizmente.. Ninguém a respeita. Triste, lamentável, revoltante...

Figueiredo disse...

O PSOL foi contra o aumento de 61,8%. Não contra aumento. A legenda sugeriu e foi a favor do reajuste pela inflação do período em que os vencimentos não foram reajustados. E sim, sei em quem votar; no primeiro candidato que me tratar como brasileiro e não como eleitor.

Renan disse...

O PSOL foi contra o aumento sim. Mas sabendo que a bancada de 3 pessoas não iria ser ouvida, tentou buscar uma alternativa que mais pessoas votassem e que tem lógica. Mas mesmo assim, o oportunismo, o individualismo, a cede de poder, o pragmatismo e a corrupção falaram mais alto. Figueiredo, niguém que faz parte de um partido que tem a cara-de-pau de aprovar com imensa maioria esse absurdo ta dando a menor importância para o povo. Voto no PSOL, por é o único partido no parlamento que mantém a coerência e a luta: dentro e fora da institucionalidade.

Gustavo Dias disse...

O PSOL não só foi contra o aumento demasiado para os Deputados e Senadores como, posteriormente, foi contrário ao pequeno aumento dado ao Salário Mínimo.
Segundo o Partido, o valor sugerido pelo Projeto de Lei enviado pelo Executivo mal conseguia repor as perdas inflacionários.
A Bancada do Partido apresentou projeto para aumentar o Piso Salarial para R$ 700,00. Além disso, promoveu manifestações no Congresso Nacional para que os demais parlamentares apoiassem suas propostas.