terça-feira, 5 de abril de 2011

Mulher denuncia morte no cemitério. Policiais mataram o rapaz - Áudio

Video com o áudio: Ligação em que Mulher denuncia policiais militares de matarem rapaz no cemitério. Isso aconteceu quando visitava a tumba de seu pai em Ferraz de Vasconcelos. Ela não pensou duas vezes, quando viu o rapaz sendo morto pelos policiais ligou para 190 contando o que via.

Enquanto relatava o ocorrido, um dos PMs vem em sua direção e tenta se justificar. A ligação ficou gravada e agora os policiais foram presos em prisão militar - podem também perder os cargos. Isto porque ela conseguiu falar até mesmo a placa do carro que os milicos se ocupavam.

Que bom seria se mais brasileiros tivessem essa audácia.

Aproveite e veja também mais um caso que aconteceu em Ferraz de Vasconcelos



Veja também: Denise Millenia fala sobre a coragem da cidadã

7 comentários:

Anônimo disse...

Ela denunciou uma morte sim, mas não de um inocente e sim de um LADRÃO! Os valores estão invertidos totalmente: a sociedade inteira "defendendo" a vida de um ladrão. E aqueles que este ladrão matou? Gostaria que a mesma "indignação" fosse destinada às pessoas DE BEM que são mortas pelos bandidos...

Anônimo disse...

Que hipocresia, ela denunciou um bandido ~que foi morto pela policia e não um pai de familia.
E sabe do que mais a policia esta cansada de prender bandido em um dia e a justiça soltar em outro dia.
Parabéns aos PMs que tiraram mais um bandido das ruas.
Sabe-se lá quantas pessoas ele não matou tbm. Menos um bandido pra comer as custas do nosso dinheiro!

Anônimo disse...

Parabéns para a corajosa mulher que denunciou estes marginais e covardes fardados pois não é este tipo de policiais que precisamos nas ruas, covardia iguais a estes acontece todos os dias , por isso vamos fazer da coragem desta senhora nossa inspiração, sempre denuncie.

Billy disse...

acho que bandido não tem que ser preso. não existe correçao para essa raça maldita tem é que matar esses bandidos só assim o mundo vai mudar e acho que o mundo devia rever isso pq direitos humanos só servem pra bandidos que deviam ser queimados e julgados com a morte ou tortura DOU RAZÃO A POLICIAIS QUE BATEM EM BANDIDOS OU ATÉ MATEM
PARABENS!!! ASSES POLICIAIS

Anônimo disse...

C FOI CERTO OU ERRADO O Q OS PMs D FERRAZ FIZERAM Ñ É DA NOSSA CONTA O Q INTERESSA É Q ELES TIRARAM MAIS UM LADRÃO DA RUA E QUEM TIVER COM DÓ LEVE TODOS VAGABUNDOS P SUAS CASAS E CUIDE DELES. VIVA A POLICIA MILITAR,LADRÃO BOM É LADRÃO MORTO.

Anônimo disse...

Meus parabés à estes policiais q não tem sangue de barata. Já que as leis protegem os vagabundos seria bom mais policiais assim p/ exterminá-los. Essa mulher teve sorte de bater de frente com policiais do bem caso contrário teria o mesmo fim do vagabundo, e quer saber acho q ela faz parte da corja.
A verdade virá à tona.

Anônimo disse...

São Paulo tem vários grupos de extermínio formados por policiais. Somente nos últimos quatro anos, pelo menos 150 pessoas foram assassinadas por policiais militares. A PM paulista mata, em média, três civis a cada dois dias. Entre os anos 2000 e 2010, matou 553 pessoas e feriu 450, em média, a cada ano. No total, foram mais de 6.000 assassinados. No mesmo período, 390 PMs foram mortos em ação.

No mês passado, a Polícia Civil paulista divulgou documento que relata 150 assassinatos praticados por policiais militares que agem em dois esquadrões, apenas na capital. Os crimes foram cometidos entre 2006 e 2010. Há suspeitas de outros esquadrões agindo na Grande São Paulo. A PM prometeu providências, mas apenas parte dos policiais criminosos está presa. Segundo o relatório produzido no ano passado, 20% dos assassinatos foram cometidos por vingança; 13% por abuso de autoridade; outros 13% pelo que o documento chama de ‘limpeza’ (assassinato de viciados em drogas, por exemplo); 10% por cobranças ligadas ao tráfico e 5% por cobranças de jogo ilegal.

Não é essa a polícia que "merece" os meus parabéns!